FRENTE BRASIL POPULAR > Imprensa > Destaques > 10 motivos para você defender a aposentadoria e participar da greve geral

10 motivos para você defender a aposentadoria e participar da greve geral

Em defesa da aposentadoria e contra a reforma da previdência

Tem muita informação cicurlando por aí sobre a reforma da previdência que vai acabar com os direitos dos trabalhadores, principalmente a aposentadoria. Isso porque o governo do presidente ilegítimo tem feito muita propaganda para confundir ainda mais o povo brasileiro. Não é à toa que foi até proibido pela Justiça de veicular propoganda na televisão e rádio sobre o rombo da previdência social.
 
Para facilitar o entendimento, nós fizemos um resumo de 10 pontos para ajudar a expor o que está em jogo na reforma:
 
 
1. Fixa em 65 anos a idade mínima para aposentadoria para homens e mulheres. O que aumenta a desigualdade porque as mulheres têm jornada dupla, tendo que cuidar da casa, dos filhos, entre outras tarefas diferenciais.
 
2. Aumenta o tempo de contribuição de 15 para 25 anos e exige 49 anos de contribuição para acesso à aposentadoria integral
 
3. Acaba com as aposentadorias especiais, que é concedida aos trabalhadores que atuam em atividades prejudiciais à saúde e a aposentadoria dos professores que também é considerada especial.
 
4. Cria um pedágio para homens com mais de 50 anos e mulheres com mais de 45 anos que terão acréscimo de 50% no tempo até se aposentar
 
5. Reduz o valor das pensões e benefícios do INSS em até metade do que é hoje.
 
6. Acaba com o Benefício de Prestação Continuada (BPC) que é pago às pessoas       idosas, com deficiência de famílias pobres.
 
7. Se a reforma for aprovada, os jovens terão que começar a trabalhar com 16 anos e contribuir sem interrupções por 49 anos para poder se aposentar com 65 anos. 
 
8. Aumenta o tempo de contribuição para os trabalhadores rurais que terão que recolher a contribuição individual por 25 anos (atualmente é de 15 anos) e também eleva a idade para 65 anos.
 
9. Em um cenário de crise econômica e acentuado desemprego, mudar as regras da Previdência aumentará a crise.
 
10. Com essas mudanças, o presidente Michel Temer quer que o povo brasileiro trabalhe até morrer, porque na maioria das cidades brasileiras – principalmente nas periferias - a expectativa de vida da população brasileira é de 58 anos.